Conteúdos

O uso das mídias digitais em nossa sociedade vem sendo cada vez mais difundido. As redes sociais já chegaram às salas de aula, e a escola enfrenta o grande desafio de utilizá-las como uma aliada do trabalho pedagógico, contribuindo para a supervisão e a segurança dos alunos. Assim, este plano de aula discorre sobre o uso consciente, ético e seguro da internet, tendo por objetivo refletir sobre a importância das mídias sociais e das redes sociais em nossa sociedade, distinguindo-as. Ainda, possibilita a utilização da educação midiática no dia a dia, apresentando os principais riscos e cuidados na internet e facilitando o diálogo e a compreensão dos alunos sobre a aplicabilidade em seu cotidiano. Na finalização deste plano de aula, sugere-se, para o Ensino Fundamental II, a sistematização das principais reflexões por meio de caça-palavras, jogo dos 7 erros e jogo da memória, entre outros, além do exercício de fixação, que se dá por meio de uma atividade com gamificação (jogo de dominó “Procurados”). Para o Ensino Médio, a sistematização das principais reflexões se dará por meio de um debate sobre o uso das redes sociais, bem como sobre o tema “letramento digital”, além de uma redação dissertativa sobre “Segurança na ‘rede’: as consequências da superexposição nas redes sociais”. Após a finalização, sugere-se o compartilhamento do conhecimento adquirido com o restante da comunidade escolar, construindo um mural com dicas de segurança na internet, bem como divulgando essas informações nas redes sociais da escola.

  • Introdução;
  • Sensibilização  e problematização;
  • Mídias sociais e redes sociais;
  • Educação midiática no dia a dia;
  • Principais riscos;
  • Cuidados a serem tomados;
  • Sistematização das reflexões – Debatendo o uso das redes sociais;
  • Exercícios de fixação/ Redação dissertativa; e
  • Compartilhando conhecimento.

Objetivos

  • Promover a discussão sobre o uso consciente, ético e seguro das redes sociais;
  • Promover a discussão sobre o uso das ferramentas de busca na internet, sua utilidade e suas limitações, desenvolvendo uma percepção crítica em relação aos resultados de pesquisas na Internet e sua utilização no ambiente escolar;
  • Compreender e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, reflexiva e ética, nas diversas práticas sociais;
  • Discutir as novas formas de ação social proporcionadas pelas tecnologias de informação e os riscos principais que essas interações podem trazer para a nossa segurança;
  • Estimular uma compreensão ampla sobre o papel das tecnologias de informação e comunicação na consolidação dessas novas relações sociais; e
  • Estabelecer uma relação responsável e segura com as ferramentas digitais, de modo a integrar o conhecimento construído na escola e em toda sociedade.

Ensine também:

Identidade e cultura: conceitos e relações sociais

Dia do Trabalhador e origem dos direitos trabalhistas no Brasil

Palavras-chave:

Segurança na Internet. Tecnologia. Comunicação. Interação. Mídias sociais. Redes sociais. Internet. Escola.

Previsão para aplicação:

4 aulas (45 min/aula).

1ª Etapa: Introdução

O(A) professor(a) deverá iniciar a aula promovendo uma discussão sobre o uso da Internet. Abaixo elencamos algumas perguntas que podem ser feitas aos alunos nesse momento inicial:

  • Vocês possuem acesso à rede?
  • Que tipo de acesso é esse (banda larga? acesso discado?)
  • De onde acessam (de casa? da escola? da casa de parentes?)
  • Por meiode quais equipamentos (celular, computador, tablet?
  • Qual a frequência de uso da internet?
  • Quais os principais conteúdos e páginas acessados?
  • Já acessou conteúdos que achou seremconfiáveis e eram falsos?
  • Você consegue reconhecer uma fake newscom facilidade?

Após esse primeiro levantamento, o(a) professor(a) deverá direcionar a discussão para o uso da Internet na realização de atividades escolares, perguntando aos alunos de que forma a internet contribui para a vida escolar. Aqui poderão surgir diversas intervenções como: na realização de trabalhos, na resolução de exercícios, na pesquisa e no esclarecimento de dúvidas de conteúdos que serão cobrados nas provas, entre outros.

2ª Etapa: Sensibilização e problematização

Sugere-se que esta etapa seja realizada na sala de informática, ou com a utilização de computadores e/ou celulares com internet em sala de aula.

Partindo do entendimento de que os alunos já possuem algum contato prévio com a internet e seus meios de utilização, solicite que eles realizem buscas sobre assuntos relacionados a atualidades. Os temas podem ser os mais variados, tais como política, futebol ou algum acontecimento marcante do período, de acordo com a realidade dos seus alunos. O(A) professor(a) pode adaptar essa busca também para seu componente curricular, aproveitando o momento para aprofundar alguma habilidade específica.

Após essa breve pesquisa, peça para que os alunos compartilhem com a turma os resultados encontrados e façam uma avaliação sobre as buscas realizadas.

  • Todos os resultados apresentados diziam respeito aos assuntos procurados?
  • As páginas sugeridas pelo navegador da internet eram as mais confiáveis?
  • Você observou inconsistência ou dados diferentes ao pesquisar o mesmo assunto em sites diferentes?
  • Por que o mesmo assunto pode ter diferentes abordagens, se mudarmos nossa fonte de informação?

Após refletir com os alunos sobre as questões anteriores, projete a imagem abaixo para que seja feita uma leitura colaborativa. A imagem é parte de uma matéria intitulada “1001 maneiras de perguntar ao Google”. O trecho em destaque, que trabalharemos com os alunos, tem o objetivo de apresentar a eles o Google acadêmico, de forma de que possam se apropriar de uma ferramenta de busca segura.

Garantia de fonte segura na internet
Garantia de fonte segura na internet. Disponível em: https://vdocuments.net/guia-veja-1001-maneiras-de-perguntar-ao-google.html?page=1.
Acesso em: 17 jan. 2023.

O(A) professor(a) poderá também acessar o site disponível acima e compartilhar com seus alunos alguns outros facilitadores de buscar na internet, conforme exemplos abaixo:

  • Usar aspas (““): serve para limitar a busca a sitesem que a palavra ou expressão apareça exatamente da forma descrita entre as aspas.
  • Excluir palavras ( – ): colocando o sinal de menos antes da palavra, o buscador seleciona apenas os resultados em que a palavra não aparece. Por exemplo, uma pesquisa sobre Pastor digite Pastor -igreja(se você estiver falando sobre uma raça de cachorros), e, Pastor –cachorro (se você estiver se referindo ao pastor de uma igreja), dessa forma a pesquisa torna-se menos poluída.

Após, peça para que os alunos refaçam as buscas, utilizando-se das informações a que eles tiveram acesso. Ao final, o(a) professor(a) deve solicitar que os alunos apresentem os novos resultados das pesquisas, comparando com os anteriores, e complementando com informações adicionais que surgiram nesse segundo momento. Estabeleçam um diálogo com os alunos, de modo que eles se sintam à vontade para comparar as experiências e avaliar a veracidade das informações que encontramos na internet. O intuito é trazer a reflexão: a internet é território seguro? Quais os perigos ao “navegar” na rede?

3ª Etapa: Mídias sociais e redes sociais

O(A) professor(a) poderá iniciar essa etapa perguntando aos alunos:

  • O que são mídias sociais?
  • O que são redes sociais?
  • São a mesma coisa?

O objetivo dessa conversa inicial é compreender o conhecimento prévio que os alunos possuem sobre os conceitos. Após esse primeiro questionamento, o(a) professor(a) deverá explicar que existem diferenças entre mídias sociais e redes sociais e que, para diferenciá-las, é necessário compreender o foco principal de cada uma delas. Deve-se frisar também que rede social é uma categoria das mídias sociais.

Mídias sociais: são os meios, ou seja, as ferramentas, os canais de divulgação de conteúdo e informação, bem como de relacionamento interpessoal. Exemplos: YouTube, blogs etc.

Redes sociais: possuem como principal função a interação entre os usuários com o mesmo interesse, ou que tenham algum nível de relação (amigos, colegas de trabalho, família, interesse por assuntos em comum).Exemplos: Facebook, Instagram etc.

Em seguida, o(a) professor(a) poderá exibir a imagem abaixo, que apresenta uma linha do tempo acerca do surgimento das mídias sociais, a partir de 1978. Pode-se destacar, ainda, que surgem novas plataformas o tempo todo, sendo esse um importante ambiente de comunicação e interação da nossa sociedade.

História das mídias sociais
História das mídias sociais. Disponível em: https://www.sutori.com/en/story/redes-sociais—RXLvcSzWpEbh4ZVq3bY5vNmM.
Acesso em: 18 jan. 2023.

Após apresentar a imagem, o(a) professor(a) poderá interagir com os alunos, colocando algumas questões para a turma dialogar.

  • Você possui redes sociais?
  • Quais vocês mais utilizam?
  • Para que usamos as redes sociais?
  • O que você faz nelas com mais frequência?

Você acha que as pessoas se comportam de forma diferente pessoalmente e nas redes sociais? Se sim, por quê?

4ª Etapa: Educação midiática no dia a dia

Nesta etapa, o(a) professor(a) poderá complementar a aula expositiva apresentando aos alunos alguns vídeos de curta duração (3 min), sobre a temática da educação midiática. Para tornar esse momento mais descontraído e atrativo, selecionamos alguns episódios de uma série de animação intitulada EducaMídia, que tem o objetivo de mostrar ao público infantojuvenil a importância desse tema em nosso cotidiano e em nossas relações sociais.

Ao final da exibição dos vídeos que o(a) professor(a) julgar apropriado apresentar, deve-se ressaltar aos alunos que a informação e o conhecimento nos transformam em cidadãos conscientes de suas escolhas. Assim, por vivermos em um mundo cada vez mais conectado, é imprescindível que, ao consumir, produzir, curtir e compartilhar informações, os alunos aprendam também a filtrar as informações que chegam a eles.

Educação Midiática no dia a dia: Postar, curtir e compartilhar. EducaMidia
Acesso em: 18 jan. 2023.

Educação Midiática no Dia a Dia Quem Tem Voz Nas Redes? EducaMidia
Acesso em: 18 jan. 2023.

Educação Midiática no dia a dia: Porteiros da informação. EducaMidia
Acesso em: 18 jan. 2023.

Educação Midiática no dia a dia: Crer ou não crer. EducaMidia
Acesso em: 18 jan. 2023.

Educação Midiática no dia a dia: O universo da informação. EducaMidia
Acesso em: 18 jan. 2023.

5ª Etapa: Principais riscos

O (A) professor (a) poderá iniciar essa etapa destacando que o acesso às redes sociais já está inserido no cotidiano de grande parte dos usuários da internet, apresentando aos alunos algumas características que diferenciam as redes sociais de outros meios de comunicação. Por exemplo:

  • Facilidade de acesso;
  • Velocidade com que as informações são compartilhadas;
  • Grande alcance de pessoas;
  • Contato com diferentes faixas etárias e econômicas;
  • Alto grau de confiança que os usuários costumam depositar entre si; e
  • Alto grau de exposição de informações pessoais.

Todos esses fatores contribuem para que as redes sociais chamem a atenção, também, de pessoas mal-intencionadas. O(A) professor(a) deve perguntar aos alunos se eles conseguem identificar os principais riscos existentes nas redes sociais. Ao apresentar aos alunos a tabela abaixo com alguns dos principais riscos e exemplos, deve-se ressaltar que é necessário estarmos cientes dos riscos, para que possamos tomar as medidas preventivas para evitá-los.

Riscos Exemplos
Contato com pessoas mal-intencionadas Qualquer um pode criar um perfil falso e, sem que saiba, você pode ter na sua lista de contatos pessoas com as quais jamais se relacionaria no dia a dia.
Furto de identidade Assim como você pode ter um impostor na sua lista de contatos, também pode acontecer de alguém tentar se passar por você e criar um perfil falso.
Invasão de perfil Seu perfil pode ser invadido por meio de ataques de força bruta, do acesso às páginas falsas ou do uso de computadores infectados.
Uso indevido de informações Aquilo que você divulga pode vir a ser mal-interpretado e usado contra você.
Invasão de privacidade Quanto maior a sua rede de contatos, maior é o número de pessoas que possui acesso ao que você divulga, e menores são as garantias de que suas informações não serão repassadas.
Recebimento de mensagens maliciosas Alguém pode lhe enviar uma mensagem contendo boatos ou induzi-lo a clicar em um link que o fará instalar um código malicioso ou acessar uma página web comprometida.
Acesso a conteúdos impróprios ou ofensivos Como não há um controle imediato sobre o que as pessoas divulgam, pode ocorrer de você se deparar com mensagens ou imagens que contenham pornografia, violência ou que incitem o ódio e o racismo.
Danos à imagem e à reputação

 

Calúnia e difamação podem rapidamente se propagar, jamais serem excluídas e causarem grandes danos às pessoas envolvidas.

Disponível em: https://cartilha.cert.br/fasciculos/redes-sociais/fasciculo-redes-sociais.pdf. Acesso em: 17 jan.2023.

6ª Etapa: Cuidados a serem tomados

O(A) professor(a) deverá explicar para os alunos que alguns cuidados são essenciais para a segurança deles na hora de navegar na internet. Para isso, abaixo destacamos quatro pontos que poderão ser explicados pelo(a) professor(a).

Nesse momento, o(a) professor(a) poderá optar por projetar a tabela com os tópicos, para que os alunos consigam visualizar as informações. Entretanto, a proposta não se resume a uma aula expositiva. Sugere-se que o(a) professor(a) insira os alunos na exposição, direcionando os itens à turma, para que eles reflitam sobre suas práticas. Sugere-se também que, em cada item, seja feita uma apuração do comportamento de segurança da turma, de forma que, quando a maioria não cumprir um item que viole sua segurança, deve-se grifar de vermelho e, quando a resposta for coerente ao item e não colocá-los em risco, deve-se grifar de verde. Ao final, a turma coletivamente poderá observar como é o perfil comportamental da sala quando o assunto é segurança na internet.

PROTEJA O SEU PERFIL MANTENHA SEU COMPUTADOR E DISPOSITIVOS MÓVEIS SEGUROS PROTEJA A SUA PRIVACIDADE RESPEITE A PRIVACIDADE ALHEIA
✔ Acesse o site da rede social sempre usando conexão segura (HTTPS).

✔ Seja cuidadoso ao usar e criar suas senhas.

✔ Habilite a notificação de login e a verificação em duas etapas.

✔ Evite cadastrar perguntas de segurança que possam ser facilmente descobertas.

✔ Cadastre um e-mail de recuperação que você acessa regularmente.

✔ Use opções como silenciar, bloquear e denunciar.

✔ Mantenha todos os programas instalados com as versões mais recentes.

✔ Aplique todas as atualizações disponíveis.

✔ Mantenha atualizados mecanismos de segurança (antivírus).

✔ Desconfie de mensagens recebidas, mesmo que tenham sido enviadas por conhecidos

✔ Seja cuidadoso ao acessar links reduzidos.

✔ Você está em um local público, tudo pode ser lido ou acessado.

✔ Pense bem antes de divulgar algo, pois não é possível voltar atrás.

✔ Use as configurações de privacidade e seja o mais restritivo possível.

✔ Mantenha seu perfil e seus dados privados.

✔ Restrinja o acesso ao seu endereço de e-mail.

✔ Seja cuidadoso ao aceitar seus contatos e ao se associar a grupos.

✔ Não confie na promessa de anonimato.

✔ Seja cuidadoso ao fornecer a sua localização (ex.: ao publicar fotos).

✔ Não fale sobre as ações, hábitos e rotina de outras pessoas.

✔ Não divulgue, sem autorização, imagens de outras pessoas.

✔ Não divulgue mensagens ou imagens copiadas do perfil de pessoas que restrinjam o acesso.

✔  Tente imaginar como a outra pessoa se sentiria ao saber que aquilo está se tornando público.

Disponível em: https://cartilha.cert.br/fasciculos/redes-sociais/fasciculo-redes-sociais.pdf. Acesso em: 17 jan.2023.

O(A) professor(a) pode aproveitar esse momento para retomar brevemente os principais pontos enfatizados anteriormente.

Oriente-se e fique protegido!

  • Respeite os limites de idade estipulados pelos sitese aplicativos;
  • Não se exponha excessivamente;
  • Não envie fotos e vídeo pessoais;
  • Não se relacione com estranhos e nunca forneçainformações pessoais;
  • Não divulgue informações sobre hábitos familiares e nem de localização (atual ou futura);
  • Não marque encontros com estranhos;
  • Silencie, bloqueie e denuncie, caso alguém esteja incomodando; e
  • Se algo estiver te incomodando ou notar algo errado, converse com um adulto de sua confiança (pais, responsáveis, professores etc.).

Textos baseados nas sugestões de leitura elencada em Materiais Relacionados.

O conteúdo presente nestes textos poderá ser trabalhado por meio de aulas expositivas.

7ª Etapa: Sistematização das reflexões (Ensino Fundamental II)

Sugestão de atividade 1: Caça-Palavras

Caça-palavras sobre segurança na internet

Caça-palavras sobre segurança na internet
Disponível em: https://www.internetsegura.br/pdf/passatempo/Jogo_Voce_Conhece_o_Andre.pdf.
Acesso em: 18 jan. 2023.

Sugestão de atividade 2: Jogo dos 7 erros, Jogo da memória, Labirinto, entre outros

Acessando o site https://www.internetsegura.br/passatempo/, o(a) professor(a) encontrará uma infinidade de atividades que poderão ser desenvolvidas com os alunos, de acordo com a realidade de cada turma e escola.

8ª Etapa: Exercício de Fixação (Ensino Fundamental II)

Sugere-se uma atividade com gameficação como exercício de fixação referente à temática estudada. A proposta apresentada abaixo é o jogo de DOMINÓ PROCURADOS.

Dominó Procurados

Dominó Procurados
Disponível em: https://www.internetsegura.br/pdf/passatempo/Jogo_Domino.pdf. Acesso em: 18 jan. 2022.

9ª Etapa: Sistematização das reflexões – Debatendo o uso das redes sociais (Ensino Médio)

Inicialmente, o(a) professor(a) deverá apresentar a temática do debate e elencar com os alunos algumas regras, para o melhor aproveitamento da atividade. Deve-se ter como temática o “letramento digital”, solicitando que os alunos pesquisem para que depois possam expor a opinião de alguns estudiosos sobre o tema. Para facilitar a dinâmica do debate, sugere-se que o(a) professor(a) divida a sala em dois grupos: um grupo, selecionará argumentos que apontem as desvantagens do uso das redes sociais, enquanto o outro grupo, apontará suas vantagens.

De acordo com as regras estabelecidas com a sala, deve-se fornecer um tempo para que os alunos realizem as pesquisas necessárias para a formulação de seus argumentos. O debate poderá ser feito por meio da escolha de alguns expositores para cada grupo, mas os argumentos apresentados devem ser defendidos por toda a equipe, de modo que todos contribuam no momento do debate.

Após a exibição dos argumentos, o(a) professor(a) deverá abrir um espaço breve para diálogo com os alunos, relembrando alguns pontos fundamentais já trabalhados nas etapas anteriores, como, por exemplo, a importância da análise da relevância e a veracidade de uma notícia, a criação de novas formas de utilização das redes sociais, suas vantagens e desvantagens, bem como o uso consciente e ético das redes sociais.

10ª Etapa: Redação Dissertativa (Ensino Mèdio)

A redação dissertativa é um exercício argumentativo que contribuirá no desenvolvimento de uma melhor compreensão do tema trabalhado ao longo das aulas, tendo como intuito estimular as reflexões e conexões com temas transversais que foram citados ao longo das aulas e/ou que fazem parte do contexto histórico, social e político.

O(A) professor(a) pode solicitar que os alunos a façam em sala de aula ou como tarefa extraclasse. É importante que o(a) professor(a) retome as redações com as devidas correções em algum momento posterior, destacando os principais pontos apresentados pelos alunos, assim como as principais dúvidas e dificuldades encontradas nos textos. A partir da temática desenvolvida nas aulas, a sugestão é que os alunos redijam uma redação dissertativa que explore o tema: “Segurança na ‘rede’: as consequências da superexposição nas redes sociais.

11ª Etapa: Compartilhando conhecimento (Ensino Fundamental II e Ensino Médio)

Celular
Disponível em: https://www.comoaprenderdesenhar.com.br/celular-para-colorir-e-imprimir-muito-facil/.
Acesso em: 18 jan. 2023.

Para finalizar a aula, sistematizar e compartilhar a compreensão que os alunos tiveram sobre o uso consciente e a segurança na internet, sugere-se a atividade a seguir:

Distribua cópias de um molde de celular para os alunos ou peça para que eles desenhem um aparelho de celular. Cada aluno criará uma postagem, escrevendo uma dica de segurança ou algum cuidado que é necessário ao utilizar a internet.

Para a finalização da atividade, construa um mural informativo com os celulares e as dicas desenvolvidas pelos alunos. Outra sugestão é publicar no site ou na rede social da escola as dicas de segurança elencadas pelos alunos, com o objetivo de atingir toda a comunidade escolar.

Plano de aula elaborado pela Professora Doutora Thaylizze Goes Nunes Pereira.

Revisão textual: Professora Daniela Nunes.

Coordenação pedagógica: Prof.ª Dr.ª Aline Bitencourt Monge.

Materiais Relacionados

O(A) professor(a) poderá recordar os conceitos fundamentais, utilizando os seguintes sites:

Redes Sociais – Cartilha de Segurança para Internet. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil – CERT.br
Acesso em: 16 jan. 2023.

Guia – Internet com responsa na sua sala de aula. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil
Acesso em: 17 jan. 2023.

Internet segura para seus filhos. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil
Acesso em: 17 jan. 2023.

Folheto Internet mais segura – Pais e Educadores. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil
Acesso em: 17 jan. 2023.

Internet com responsa – Cuidados e Responsabilidades no uso da Internet. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil
Acesso em: 17 jan. 2023.

Guia Internet segura. Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil
Acesso em: 18 jan. 2023.

Mídias sociais e redes sociais, qual a diferença. Gerente web
Acesso em: 18 jan. 2023.

O(A) professor(a) poderá, ainda, aprofundar o conteúdo por meio dos seguintes sites:

Mil e uma maneiras de perguntar ao Google. Guia Veja
Acesso em: 16 jan. 2023.

Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR
Acesso em: 17 jan. 2023.

Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação
Acesso em: 16 jan. 2023.

Educação midiática e participação cívica. EducaMidia
Acesso em: 17 jan. 2023.

Brincar, estudar e navegar com segurança na internet. Cartilha Saferdic@s
Acesso em: 17 jan. 2023.

Tags relacionadas

1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Avatar
FABRICIO LIMA
11 meses atrás

A tecnologia da informação reforça o aprendizado e abras muitas oportunidades, hoje em dia existem dezenas de plataformas que oferecem cursos para qualificação profissional

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.