As aulas de educação física estão tradicionalmente relacionadas à prática esportiva. Mas para que esse trabalho seja pleno, é fundamental entender o movimento corporal como uma linguagem, um meio de expressão.

Além dos esportes e jogos, atividades como danças, ginásticas e lutas podem ser utilizadas para a diversificação dos exercícios, o que contribui para o autoconhecimento do corpo e de suas possibilidades.

“Para trabalhar sob a perspectiva de corporeidade, é importante trazer um aspecto mais lúdico para o trabalho”, afirma o professor de educação física da Escola da Vila Marcos Santos Mourão, chamado de Marcola. “Ao invés de centrar o trabalho no resultado, na performance e na técnica, devemos inserir no esporte situações prazerosas, desafiadoras”, completa.

Na entrevista, o professor fala mais sobre o trabalho a partir da corporeidade, explica a relação com esportes estruturados e traz referências de materiais para saber mais sobre o tema.

Veja mais:
Educação física: veja 26 planos de aula para o ensino fundamental e médio

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Como integrar alunos com deficiência em escolas públicas?

Métodos pedagógicos: método Waldorf se orienta por ciclos de sete anos

Métodos pedagógicos: método Montessori privilegia autonomia dos alunos

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.