Em 5 de setembro é comemorado o dia da Amazônia – bioma que se distribui por aproximadamente 49% do Brasil e abarca nove estados: Amazonas, Pará, Mato Grosso, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, parte do Tocantins e parte do Maranhão.
A lista de desafios que envolvem a Amazônia no presente, contudo, é extensa. O agronegócio, o desmatamento, a preservação das tradições indígenas e quilombolas e os animais ameaçados de extinção são assuntos críticos, que podem provocar graves consequências no futuro. Para entender melhor todas as questões que envolvem a floresta, separamos 10 links que ajudam a contextualizá-las e a explicá-las. Confira!
Essa plataforma do Google Earth reúne onze histórias interativas, compostas por vídeos, mapas, áudio e realidade virtual em 360°. Os relatos são de indígenas, ribeirinhos, quilombolas e produtores rurais. As narrativas abordam diferentes aspectos da região, como a importância da floresta nas mudanças climáticas, na produção de água, alimentos e remédios, além dos seus desafios.
A agência de jornalismo independente “Amazônia Real” pauta questões da Amazônia e de seu povo. O objetivo é trazer reportagens contextualizadas e investigadas, fotografias, vídeos e artigos de especialistas nos temas: meio ambiente, povos indígenas, questão agrária, economia, política e cultura.
A ONG foi fundada na década de 80 com a missão de defender a preservação da floresta. O site da instituição disponibiliza diversas cartilhas e materiais informativos que podem ser utilizados por professores e alunos. Há publicações sobre o cacau nativo da região, sobre sistemas agroflorestais, para a formação continuada de professores em educação ambiental e relatórios de desmatamento na região.
O Imazon promove estudos e relatórios para apoiar a formulação de políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável da região. Periodicamente, a instituição promove o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), que analisa o desmatamento por Estado num intervalo de 12 meses.
A publicação do Ministério do Meio Ambiente lista os animais de todo o país que estão ameaçados de extinção. A Amazônia, atualmente, possui 44 animais em risco.  A principal causa é o desmatamento para a agropecuária, que destrói os habitats das espécies.
O site disponibiliza notícias e informações sobre a região Amazônica para pesquisadores, professores e estudantes. A iniciativa é parte de um projeto de análise e monitoramento das políticas públicas na Amazônia realizada pela organização Amigos da Terra – Amazônia Brasileira.
Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) volta para questões da Amazônia. Em seu site, disponibiliza três publicações: Amazônia nas Eleições, Radiografia da Carne no Brasil e Atlas do Trabalho Escravo.
O site produzido pelo Greenpeace fala sobra a luta do povo Ka’apor no combate ao desmatamento e à destruição causados exploração pela ilegal de madeira. Seu território, a Terra Indígena Alto Turiaçu, localizada ao norte do Maranhão, concentra uma das últimas extensões remanescentes de floresta amazônica do estado. Entre 2007 e 2013, 5.733 hectares de floresta dentro da Alto Turiaçu foram degradados, uma área que equivale a mais de oito mil campos de futebol. Leia mais no relatório. O site disponibiliza, ainda, um relatório chamado “A Crise silenciosa da Amazônia: A invisibilidade dos Ka’apor”.
Na Amazônia, a escravidão negra foi quantitativamente menor do que a praticada nas regiões açucareiras, mineradoras ou cafeicultoras. Mas mesmo dividindo o mundo do trabalho com o indígena, o negro constituiu parcela significativa da mão-de-obra na agropecuária, nos serviços domésticos e nas atividades urbanas. O site Quilombo, da Comissão Pró-índio de São Paulo, resgata a história, modos de vida e lutas atuais das comunidades Remanescentes dos Mocambos do Alto Trombetas (Oriximiná).
O projeto disponibiliza sensores ambientais para gerar indicadores da qualidade da água em cidades da Amazônia Brasileira. Os equipamentos monitorar parâmetros físico-químicos que ajudam a indicar se a água está contaminada. As atualizações de hora em hora para o site do Rede InfoAmazonia. Em sua fase piloto, a rede de sensores está sendo implementada em três cidades do Pará e uma do Amazonas
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

5 livros para entender a medicalização da educação

Obras ajudam a conhecer fenômeno e papel das práticas pedagógicas em seu enfrentamento

há 4 horas
Notícias

6 roteiros de estudo sobre redação do Enem para o professor indicar aos alunos

Materiais trazem revisão de conteúdos e dão dicas sobre escrita e modelo da prova

há 4 semanas
Notícias

7 livros para explicar conceitos políticos no ensino fundamental

Alunos podem aprender sobre sistemas de governo e entender participação da política no dia a dia

há 1 mês
Notícias

Museu da Ciência lança tour virtual e gratuito em 3D

Além das exposições, alunos e professores têm acesso a material didático complementar

há 1 mês

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.