“Contar história é unir e envolver pessoas”. A afirmação é de Valdir Cimino, publicitário, presidente e fundador da Associação Viva e Deixe Viver, organização sem fins lucrativos que capacita voluntários para se tornarem contadores de histórias para crianças e adolescente em hospitais. 

Utilizada também na sala de aula, a Contação de História tem sido importante ferramenta de fomento à leitura e de valorização dos livros, focando sempre nas diversas formas que uma história pode ser narrada. Em pacientes, a inciativa tem um foco mais terapêutico, como forma de amenizar o tempo em que ficam internados.

A arte de narrar uma história é um ritual antigo, vem dos povos ancestrais, que utilizavam a ferramenta como forma de fomentarem seus rituais, mitos e cultura. Para Valdir, todas as pessoas possuem talento para contação, mesmo que não tenham essa percepção. “Às vezes, as pessoas acham que não sabem contar histórias, mas não existe esse fator do ‘não sei’. Nesse caso, o que falta é o estímulo”, finaliza.

 

Valdir Cimino fala sobre Contação de História

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Notícias

7 livros para apresentar a mitologia grega aos alunos

Histórias e lendas da Grécia Antiga ajudam a refletir sobre aspectos da natureza humana

há 4 semanas
Notícias

4 livros que abordam a relação do fascismo com os tempos atuais

Obras analisam o passado para entender as semelhanças e diferenças com o presente

há 2 meses
Notícias

10 tirinhas para trabalhar conteúdos na escola de maneira criativa

Personagens ajudam a ensinar história, geografia, biologia, habilidades socioemocionais e a discutir temas sociais relevantes

há 2 meses
Notícias

10 iniciativas para prevenir e lidar com a violência nas escolas

Medidas ajudam a intervir adequadamente em conflitos e estimulam diálogo, empatia e cooperação

há 3 meses

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.