Inovação é uma palavra cada vez mais presente no debate educacional. Mas que tipo de escola pode ser considerada inovadora? Quais são as atitudes necessárias para isso? “Uma escola inovadora é mais do que o uso de máquinas, é aquela que mexe em duas coisas que estão ‘sacralizadas’ que é tempo e espaço”, afirma a ex-secretária de educação básica do Ministério da Educação (MEC) Pilar Lacerda.

Na entrevista, Lacerda discute o que uma escola precisa para se tornar inovadora, elenca pontos que instituições de ensino consideradas inovadoras têm em comum, traz exemplos e fala sobre a importância da constituição de redes para que diferentes experiências possam ser compartilhadas.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Contação de histórias ajuda a ensinar cultura africana na escola

Como implementar a lei do ensino de história e cultura afro-brasileira e indígena nas escolas?

Qual o papel da escola no combate à violência contra crianças?

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.