As reuniões de pais, responsáveis e professores são eventos cruciais na interação entre a escola e a família. No entanto, é comum observar baixa participação e discussões improdutivas nessas ocasiões, especialmente quando focam em questões burocráticas como a entrega de notas e as críticas ao desempenho e comportamento dos alunos. 

Para otimizar esses encontros, é fundamental compreender a realidade e as necessidades das famílias, bem como proporcionar um ambiente acolhedor para trocas e críticas construtivas.

Planejar as reuniões e definir objetivos claros pode trazer benefícios significativos para todos os envolvidos. É essa a oportunidade de estabelecer um relacionamento mais próximo e colaborativo entre pais, responsáveis e educadores, o que pode ter um impacto positivo no engajamento dos estudantes e em seu desempenho escolar.

Para a coordenadora pedagógica da EMEI Jardim Premiano, Elaine di Giacomo, o importante é criar um ciclo de aprendizagem que ultrapassa os muros da escola e chega até as famílias. Assim, a reunião é: “um momento para nós discutirmos a nossa proposta pedagógica, aquilo que foi oferecido, se eles observaram que as suas crianças — a partir daquilo que foi oferecido na escola — conseguiram se desenvolver e de que maneira”, destaca.

No vídeo, Elaine di Giacomo fala da importância do momento de reunião de professores, pais e responsáveis e quais estratégias podem ser adotadas para que esse encontro renda bons resultados de aprendizagem. A coordenadora pedagógica também dá dicas para organizar esse evento focadas em uma comunicação eficaz entre a escola e a família. 

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

Qual o papel da escola no combate à violência contra crianças?

Como ajudar no desenvolvimento de crianças superdotadas?

Projeto “Mães guardiãs” busca combater a evasão escolar

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.