O sucesso da adaptação para as telas de Cidade de Deus, primeiro romance de Paulo Lins, foi o responsável por tornar o autor conhecido do grande público. Antes disso, porém, ele já havia publicado um livro de poemas e militava na Cooperativa dos Poetas, movimento carioca de poesia independente. Na entrevista, Lins fala sobre sua experiência escolar, o papel da escola no combate ao racismo, cotas, apropriação cultural e a representatividade do negro na literatura, entre outros assuntos.
Assista a outros programas do NET Educação:

Deixe um comentário

Please Login to comment

Talvez Você Também Goste

Lei que prevê psicólogos na escola pode sobrecarregar a instituição, avalia pesquisador

Para melhorar a convivência escolar, professores têm formação em Sumaré

Retorno de alunos com deficiência às escolas especializadas é retrocesso, avalia psicopedagoga

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.