Não são apenas as escolas particulares que pensam em soluções tecnológicas para melhorar a interação com os pais. O projeto Conexão Educação, da Rede Estadual do Rio de Janeiro, lançado neste mês de setembro, tem como uma de suas características informar aos responsáveis, por torpedo, quando houver falta excessiva dos alunos. O sistema funciona com um cartão eletrônico inteligente, com foto, capaz de registrar a trajetória do aluno. Cada um dos estudantes terá as suas informações relativas ao desempenho, à freqüência e até à merenda armazenadas. O cartão, individual, será imprescindível a cada início de aula, quando deverá ser passado na leitora ótica instalada em um computador conectado à internet.

 

Ao faltar, o aluno recebe um torpedo. E, caso não registre a sua presença por três dias consecutivos, as mensagens serão enviadas para os responsáveis. Embora o processo seja automático, os dados serão acessados com frequência pela escola a fim de mapear quais alunos merecem maior atenção e um contato direto com a família.

 

“É uma excelente ferramenta pedagógica”, comemora Sérgio Mendes, subsecretário de Gestão e Infraestrutura da Secretaria de Educação. Em entrevista ao Instituto Claro, ele ressaltou que os pais ou responsáveis também terão login e senha para acessar informações sobre os alunos de qualquer computador conectado.

 

Porém, para que o cartão seja valorizado também pelos alunos, alguns serviços importantes serão implementados. De acordo com Mendes, em breve o RioCard, que permite pagar tarifas mais baixas no ônibus, será substituído pelo novo cartão. Paralelamente, a secretaria também já trabalha para que as meias-entradas em eventos culturais estejam ligadas ao mesmo instrumento.

 

Para viabilizar o Conexão Educação, a secretaria estadual de educação do Rio de Janeiro teve de cadastrar todos os seus alunos e seus respectivos responsáveis, processo que foi iniciado no começo deste ano. Os dados utilizados nesse trabalho foram os apresentados pelos responsáveis no momento da matrícula.

 

Veja a reportagem principal: Atenção pedagógica e tecnologia aproximam pais e filhos na rotina de aprendizagem

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Talvez Você Também Goste

13 dicas para criar uma peça de teatro com os alunos

Professores recomendam trabalhar com jogos, improvisações, literatura e música no processo criativo

Como ensinar ginástica na educação física escolar?

Professoras indicam 8 possibilidades para desenvolver com alunos do ensino fundamental

11 formas de acolher o aluno com síndrome de Tourette

Ambiente inclusivo evita que estudantes sofram com bullying e dificuldades de aprendizagem

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.