Confira o passo a passo para participar da 10ª edição do Campus Mobile

Em 10 anos de concurso, o Campus Mobile já levou muitas ideias para outra dimensão e ajudou aplicativos a ganharem vida e fazerem a diferença no dia a dia de milhares de pessoas. Mas nada disso seria possível se os mobilianos [qualidade de quem participa do Campus Mobile] não tivessem confiado em suas propostas e conseguido colocar os projetos no papel para fazer a inscrição. Essa primeira etapa pode parecer desafiadora, mas é mais simples do que parece.

“É importante ressaltar que os aplicativos não precisam estar prontos. Para fazer a inscrição, basta ter uma boa ideia”, enfatiza Irene Karaguilla Ficheman, membro da banca do Campus Mobile e gerente do grupo de pesquisa do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC). O concurso é realizado pela Associação do LSI-TEC, com patrocínio do Instituto Claro e apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e do hub de inovação da Claro beO

Também membro da banca do concurso, Alexandre Martinazzo, da LSI-TEC, diz que o envolvimento dos candidatos com o tema é levado em consideração: “Procuramos uma atitude criativa e empreendedora. Conta sabermos que o candidato entende do assunto que quer tratar no seu aplicativo, que ele procurou se envolver nas causas e nos projetos”. Por isso, ele salienta que é essencial preencher as informações de perfil corretamente no momento da inscrição.

 

Passo a passo para montar seu projeto

Quer mais dicas? Para concorrer a uma viagem para o Vale do Silício (EUA) e ter a oportunidade de concretizar sua ideia na 10ª edição do Campus Mobile, siga estes 5 passos e inscreva seu projeto:

  • Identifique a situação-problema

    Sua ideia deve trazer a solução para um problema ou contribuir para uma questão social que merece atenção. Por isso, o primeiro passo é mapear uma questão problemática e pensar em como contribuir pra melhorar a situação por meio da tecnologia. Pense em coisas que podem facilitar a vida de um grupo de pessoas. Uma ideia inicial basta para fazer a inscrição, mas quanto mais você conseguir tangibilizá-la, mais facilmente poderá convencer a banca de que tem em mãos um projeto com potencial. Ainda nesta etapa, não esqueça de procurar outras soluções mobile semelhantes ao que você pensou para se certificar de que o projeto é original e inovador.

  • Defina sua categoria

  • Depois de delinear sua ideia, defina a categoria do Campus Mobile em que ela melhor se encaixa. O programa contempla seis áreas: Diversidade, Educação, Games, Saúde, Smart Cities e Smart Farms. Cada uma delas está descrita no regulamento da 10ª edição. Lembre-se: mesmo que seu projeto possa se enquadrar em mais de uma área, você só poderá escolher uma categoria para a inscrição. Assim, privilegie aquela que tem a ver com o ponto central da sua ideia.

  • Descreva sua ideia

  • Agora chegou a hora de colocar a ideia no papel! Descreva seu projeto com clareza e objetividade, mas não deixe de dar o detalhamento necessário para deixá-lo o mais concreto possível. Defina o contexto da sua situação-problema. Quem é afetado por ela e como? Quem seria o público-alvo da sua solução mobile? Qual seria o impacto social desse projeto? Não tenha medo de dar exemplos e deixar a ideia mais clara. Explore também o caráter inovador da proposta. No que ela é diferente do que já existe? Em que áreas é inovadora e de que maneira? Esse projeto é competitivo? Como ele se encaixa no mercado? Você não precisa necessariamente responder a todas essas perguntas, mas elas podem te ajudar a construir o projeto.

  • Exponha os aspectos técnicos

  • Depois de descrever a proposta, mostre como você pretende concretizá-la. Quais são os principais desafios técnicos e como você ou seu grupo pretendem solucioná-los? Não é preciso ter iniciado a construção do seu projeto, mas caso já tenha uma saída técnica com a criação de um protótipo ou um projeto mais detalhado, não deixe de mencioná-la e descrever sua implementação. Se seu projeto usa conceitos, técnicas e tecnologias complexas — como análise de Big Data, Inteligência Artificial e Internet das Coisas — exponha suas ideias a respeito. Mas, cuidado! Não insira técnicas no seu projeto que não façam sentido dentro da situação-problema.

    Nesta etapa, deixe claro também como enxerga o processo de implementação. Quais são os recursos necessários para viabilizar sua solução mobile? Eles estão disponíveis? Existe um plano de captação caso não estejam? Como essa proposta se sustenta a longo prazo?

  • Preencha seu perfil

  • Na ficha online, durante a inscrição, será solicitado o preenchimento de algumas informações de perfil dos candidatos antes da submissão do projeto. Não subestime essa etapa! A banca quer te conhecer, saber seus interesses, suas habilidades técnicas e entender qual é a sua ligação com a ideia que está propondo.

    Se você fez cursos, se envolveu em projetos ou comunidades na área da sua solução mobile, aproveite o espaço para falar sobre isso. Já desenvolveu outro aplicativo ou tem um trabalho de destaque? Não deixe de apresentar o seu portfólio e mencionar seus outros projetos que tenham relação com o propósito do concurso. Na inscrição, você ou seu grupo poderão enviar um vídeo de apresentação. Essa etapa é opcional, mas pode ser uma boa oportunidade de mostrar um pouco mais das suas motivações e experiências.

Receba NossasNovidades

Receba NossasNovidades

Assine gratuitamente a nossa newsletter e receba todas as novidades sobre os projetos e ações do Instituto Claro.