Instituto NET Claro Embratel

Instituto NET Claro Embratel, Plataforrma voltada a educar para empreender

Confira o que a educadora e autora de livros infantojuvenis Maeve Vida nos contou sobre os benefícios dessa técnica na Educação


icon_twitter


por João Victor Siqueira
19 AGOSTO 2016
Você já ouviu falar na técnica How-To-Live? A prática, criada pelo filósofo e educador indiano Paramahansa Yogananda, em 1917, usa a ciência do Yoga aplicada na Educação. Ela é mais comum no sistema de Educação da Índia, onde já existem em torno de 100 escolas que utilizam essa técnica, com até 5.000 alunos. No Ocidente, a primeira escola adepta ao How-To-Live e ensinamentos da Yoga foi a Escola Arte de Ser, fundada há oito anos, em São Paulo. Para saber melhor sobre as atividades exercidas na escola e os benefícios que a Yoga traz para os alunos, conversamos com Maeve Vida, consultora da filosofia How-To-Live da escola.

A Escola Arte de Ser é a primeira do Ocidente adepta ao How To Live. Como e quando surgiu essa ideia? Você tem ideia de, mais ou menos, quantas escolas no mundo já usavam dessa metodologia?

Há doze anos, vários amigos que eram professores de meditação para crianças que seguem a filosofia How-To-Live começaram a realizar oficinas na Livraria Omnisciência, um projeto de Cultura de Paz. Inspirados no livro de Yogananda, a Autobiografia de um Iogue, em que ele conta sobre a fundação da sua primeira escola com a filosofia How-To-Live, em Ranchi, na Índia, e como aplicar os princípios da Yoga no ambiente escolar, esse grupo de professores de meditação resolveu fundar a primeira escola How-To-Live no Brasil. Atualmente, temos cerca de 50 crianças estudando conosco na Educação Infantil.

De forma geral, quais são os benefícios que o método How-To-Live pode trazer para as crianças, tanto no aprendizado quanto na relação delas com as pessoas e consigo mesmas?

A filosofia How-To-Live, idealizada por Yogananda, contempla as quatro dimensões do ser humano para um desenvolvimento harmonioso:

Ciência do Corpo: como recarregar nosso corpo de energia vital, a partir do cultivo de hábitos saudáveis nas diversas atividades da vida cotidiana: alimentação, exercícios físicos, ritmo, banhos de sol, higiene corporal, entre outros.

Engenharia Mental: pelo uso correto da força de vontade, podemos ensinar às crianças e aos jovens como construir pontes que vão do “fracasso” ao “sucesso” para superar cada pequeno desafio de suas vidas. Por meio de pensamentos calmos e positivos, podemos desenvolver uma mente concentrada e equilibrada.

Artes Sociais: uma convivência social harmoniosa segue valores de tolerância, paz, amor e solidariedade. A criança e o jovem devem ser estimulados a substituir o “desejo de possuir pela alegria de compartilhar, para que seus interesses pessoais não discordem das necessidades sociais.”

Dimensão Espiritual: as práticas contemplativas – como a meditação, visualizações e relaxamento – são ferramentas importantes para o desenvolvimento de nossa riqueza interior. Isso se expressa, naturalmente, na forma pacífica e humanizada com que iremos atuar junto à Natureza e a todos os seres vivos ao nosso redor.

Como funciona o processo de avaliação dos alunos e como a escola relaciona as disciplinas tradicionais, como matemática, história e português com as atividades de yoga, jardinagem, arte etc?

Somos uma escola de Educação Infantil, as disciplinas tradicionais são realizadas ludicamente, por meio das atividades de arte, música, movimento, pesquisa e interação com a natureza que desenvolvemos. Nossa observação em relação ao desenvolvimento das crianças é feita avaliando as quatro dimensões do ser humano, caracterizadas nos pilares da filosofia How-To-Live: corporal, mental, social e espiritual. Dessa forma, procuramos acompanhar a sua forma de relacionar-se com as outras crianças e com os educadores, a sua capacidade de concentração nas atividades e o desenvolvimento de suas habilidades corporais.

Quais são as atividades exercidas na escola?


Seguimos um ritmo para cada dia da semana. Algumas práticas são diárias, como uma roda rítmica na entrada da manhã e a meditação. Temos uma professora especialista em hatha-yoga, que dá aula uma vez por semana, mas os professores de classe também cultivam práticas de yoga em outros momentos do dia a dia escolar como uma forma de resgatar o equilíbrio e a harmonia. Além de fornecermos uma alimentação vegetariana às crianças, incentivamos que elas mesmas aprendam a cozinhar. Diariamente também, existe uma interação com a horta e com as tartarugas que ali habitam, como uma forma de conexão com a Mãe Terra. A música e a arte permeiam nosso dia a dia escolar, fazendo parte do ritmo cotidiano, tendo sempre como pano de fundo, as virtudes e valores humanos universais no planejamento pedagógico semanal. O Projeto Heróis da Verdade, que foi iniciado na Omnisciência, é aplicado na escola, procurando incentivar uma Cultura de Paz, trazendo o exemplo de vida dos grandes mestres da Humanidade.

Na escola, é bastante valorizada a participação dos pais nas atividades. Qual a importância dessa relação, tanto para as crianças quanto para os próprios pais?

Para nós, essa participação é fundamental para que as famílias possam não apenas opinar em questões que julguem importantes para o aprimoramento da escola, mas também para ajudar para que isso aconteça.

Você tem algum exemplo ou história de um aluno que sentiu os resultados da metodologia? Como alguma criança que chegou a escola com um mau comportamento e melhorou depois das técnicas, por exemplo.

Tivemos o caso de duas crianças de Abrigo que estudaram em nossa escola e foram um exemplo de como essa metodologia pode trabalhar em níveis muito profundos de mudança de harmonização das crianças. Mesmo continuando a morar nos Abrigos, sem uma atenção individualizada familiar, elas se transformaram significativamente. Ambas foram adotadas. A primeira delas, uma menina encantadora, com um caso familiar muito delicado, que ficou conosco por mais tempo, ensinava outras crianças do Abrigo as posturas de Yoga e meditação que aprendia na escola.
t_compartilhe

t_deixe_comentario2

Quero receber notícias do
Instituto
Blog
Projetos