Instituto Claro Embratel

Instituto NET, Claro e Embratel, Plataforrma voltada a educar para empreender


icon_twitter


t-conheca_vencedores.gif terceiro_premio

Entre maio e novembro, projetos de todas as regiões do Brasil chegaram ao Instituto Claro por meio da 3ª edição do Prêmio Instituto Claro – Novas Formas de Aprender e Empreender. Foram 1.101 participantes, divididos nas categorias “Inovar na Escola” e “Inovar na Comunidade”. Quatro projetos dividirão o prêmio de R$ 150 mil e receberão o curso Web Colaborativa Aplicada à Educação, do Senac. Desde a primeira edição, realizada em 2009, a presença das TICs (tecnologias da informação e da comunicação) nos projetos é premissa para que os inscritos sejam avaliados e tenham condições de avançar até a fase final da seleção. Neste ano, porém, percebeu-se uma evolução na forma como o uso das tecnologias foi inserido nas iniciativas. “A sociedade está amadurecendo sua relação com as TICs e descobrindo seu potencial para o desenvolvimento humano e social. Nós sentimos muita satisfação em poder, mais uma vez, reconhecer boas ideias e pessoas empreendedoras que estão nesse movimento, buscando soluções e novos caminhos”, avalia Carime Kanbour, vice-presidente do Instituto Claro.



t-os-projetos-premiados
t-leiasobre-selecao
circulo1

Zoom, um Toque de Comunicação
Responsável: Adriana de Fatima Sala, coordenadora de atividades do Instituto Zoom
Cidade: Salto (SP)
Público-alvo do projeto: usuários autistas ou com outros transtornos de desenvolvimento
Prêmio: R$ 45.000,00


circulo1

Eco Web
Responsável: Margarida Telles da Cruz, professora da Escola Municipal de Ensino Fudamental 25 de Julho
Cidade: Campo Bom (RS)
Público-alvo do projeto: alunos do segundo ao nono ano do ensino fundamental
Prêmio: R$ 28.000,00


Aprender Brincando com Processing e Arduino
Responsável: Izabel Cristina Goudart da Silva, professora de química do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Público-alvo do projeto: alunos e professores de escolas públicas
Prêmio: R$ 37.000,00


NeurAventura
Responsável: Glaucio Aranha Barros, coordenador de pesquisa e desenvolvimento do Neuroeduc (Centro de Estudos em Neurociências e Educação), da UFRJ
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Público-alvo do projeto: alunos do ensino médio de três instituições públicas de ensino
Prêmio: R$ 40.000,00



Apoio:



Prêmios anteriores
Prêmio Instituto Claro - 1ª Edição, 2009
Prêmio Instituto Claro - 2ª Edição, 2010

t_deixe_comentario2

Quero receber notícias do
Instituto
Blog
Projetos